30 agosto 2016

Conferências PAGUS no Paço dos Henriques em Alcáçovas

No próximo dia 4 de setembro, no âmbito da cerimónia de inauguração da obra de requalificação e reutilização do Paço dos Henriques, realizam-se em Alcáçovas, durante a manhã, as Conferências PAGUS - Organização para a Salvaguarda da paisagem e do património cultural imaterial euro-mediterrânico e para a promoção do turismo sustentável.

​A iniciativa que começa a partir das 11h00, no auditório do Paço dos Henriques, é coordenada pelo antropólogo Paulo Lima e irá abordar três temas: “Das Alcáçovas ao Brasil. Casualidade ou estratégia?” com a participação de Manuela Mendonça, presidente da Academia Portuguesa de História; “Em Alcáçovas na Idade Média: por entre bispos, reis e senhores”, que terá como oradora Maria Alegria Marques, professora catedrática da Universidade de Coimbra e ainda “Paço dos Henriques. Análise histórico-arquitetónica e enquadramento urbanístico” com Ana Pagará, diretora do Mosteiro de Alcobaça.

Manuela Mendonça foi professora na faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde se doutorou em 1990, tendo exercido diversos cargos entre eles o de subdiretora-geral dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo e secretária-geral da Academia Portuguesa de História, da qual é hoje presidente. Maria Alegria Marques, professora catedrática do Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, foi presidente e vice-presidente do Conselho Diretivo da mesma faculdade. É ainda académica de número da Academia Portuguesa da História. Ana Pagará foi coordenadora do Gabinete do Património Histórico- Arquitetónico e Artístico e responsável pelas Galerias de Arte Municipais e pela Oficina Municipal de Artes Soares Branco da Câmara Municipal de Mafra e ainda Chefe de Divisão da Promoção e Dinamização Cultural na Direção Regional de Cultura do Alentejo.

De salientar que o PAGUS resulta de uma parceria entre o Município de Viana do Alentejo e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, através de um protocolo já assinado entre as duas entidades e, pretende-se que venha a ser um projeto inovador, à escala internacional, que parta do local para o global, através do património imaterial da Unesco.

O Paço dos Henriques  / PAGUS será uma peça fundamental não apenas na salvaguarda do património cultural imaterial, mas também de forna inédita na sua relação moderna com o turismo, divulgando e valorizando os valores culturais de todo o Concelho de Viana do Alentejo e da região Alentejo.

© 2013 - Câmara Municipal de Viana do Alentejo Termos de Responsabilidades Condições de Privacidade made by |create| it |